sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Designs conceituais futuristas





Veja mais clicando AQUI

fonte

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Nasceu o iPad

Steve Jobs mostrando ao mundo a sua nova e espetacular criação: o iPad, um tablet sofisticado usando um sistema operacional similar ao do iPhone, traz diversas funcionalidades do famoso fone da empresa. O preço depende da configuração, mas o iPad poderá ser encontrado no mercado com valor a partir de US$ 500, no modelo de 16 Gb e Wi-Fi.

fonte

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Dark Side of the Moon & O Mágico de Oz - Trilha sonora ou mera coincidência?

O Mágico de Oz (The Wizard of Oz, EUA, 1939) ouvindo o disco Dark Side of the Moon (1973), do Pink Floyd. Surgiu um boato (não se sabe como, ao certo) bem intrigante, de que o disco foi baseado no filme. Composto de forma a se encaixar perfeitamente com as nuances de sua narrativa e amplificando os sentimentos das personagens. Coloque o filme no mudo e, ao terceiro rugido do leão da MGM, dê play no disco (com o repeat habilitado). Na época, a banda afirmou ser mera coincidência, uma ideia louca de uns desocupados, mas é difícil acreditar. A sincronia chega a ser assustadora. Se realmente é apenas coincidência, é uma coincidência das boas.

Junte um filme maravilhoso a um álbum irretocável e tenha uma obra de arte híbrida, chamada pelos fãs de Dark Side of the Rainbow (referência a uma das principais canções do longa, a inesquecível Over the Rainbow). São inúmeras as correspondências entre eles, mas as que acho mais interessantes são as seguintes: quando Dorothy vislumbra a estrada de tijolos amarelos, o filme se torna colorido. Ao pisar neles pela primeira vez, começa a tocar Money, com aqueles barulhinhos de caixa registradora; em uma cena, quando a bruxa má aparece, a palavra Black é cantada e, quando a câmera vira para Dorothy, é a vez da palavra Blue (referência às suas roupas e motivações na trama) - "Black and blue. And who knows wich is wich and who is who... (Us and Them)";

Quando Dorothy encontra o Espantalho, que não tem cérebro, toca... Brain Damage; ele começa a dançar como um... lunático: "The lunatic is in my head..."; quando Dorothy tenta ouvir o coração do Homem de Lata, o que ouvimos? Exatamente. Um coração batendo. Mas estes são apenas alguns dos exemplos mais evidentes. Em outras (várias) cenas, (diversos) trechos de letras e efeitos sonoros coincidem e evidenciam o momento que as personagens estão enfrentando (medo, dor, alegria, esperança, decepção, tristeza etc.). Estes dois vídeos reúnem os momentos mais marcantes de Dark Side of the Rainbow e as primeiras cenas do filme.




fonte

Flash mob em homenagem ao aniversário do Rio de Janeiro

A empresa aérea TAP e a Infraero organizaram um flash mob no Aeroporto Internacional Antônio Carlos Jobim em homenagem ao aniversário do Rio de Janeiro. Vejá o vídeo:

terça-feira, 26 de janeiro de 2010

terça-feira, 19 de janeiro de 2010

Gatinho em câmera super lenta

Com o sucesso de vendas das câmeras de filmar que vem com a possibilidade de gravar tudo em super câmera lenta, a cada dia mais vídeos caem no youtube. Olha só que vídeo maneiro em câmera lenta de um gato de estimação criaram. Destaque para a hora depois do banho.



fonte

terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Simpsons Reais

Homer Simpson e cia, passo a passo feita pelo pessoal do DestinationCreation. Veja só a mágica do photoshop.





Paper Mario Bros. 3

Muito bem feita essa animação em stop motion do Super Mario Bros, tudo pintado a mão.

quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

10 anúncios extremamente interessantes feitos em fachadas de prédios

Uma excelente ideia na cabeça e pessoas competentes para executá-la. Esta é a fórmula do sucesso para campanhas extremamente interessantes. A seguir, você confere 10 anúncios que utilizaram fachadas de prédios para divulgação de produtos.

Anando Milk, da Índia, queria aumentar o consumo de leite entre as crianças, assim a Agência McCann Erikson surgiu com um anúncio extremamente criativo, colocado em um dos prédios de Mumbai. Nele, você vê uma criança tão forte por consumir leite, que é capaz de movimentar parte do edifício.


Esta campanha criada para a Powerhouse Gym foi montada em um canteiro de obras, para dar a sensação de interação com os elementos.


A seguradora Allstate colocou um carro real à beira da garagem na Marina Tower, um famoso marco histórico no centro de Chicago.


O Edifício Haitong, um conhecido marco de Xangai, tem um design meio curvo. Por este motivo, a Agência de Comunicação Firstell colocou um anúncio no prédio vizinho, dando a sensação de que ele foi atingido por uma poderosa rajada de vento do ventilador elétrico Midea.


“Lava-me”, diz este anúncio de produtos de limpeza Alco´s, colocado na fachada de um prédio no Chile.


Esta campanha da Nike envolve dois prédios: o primeiro tem uma imagem de rachadura, sob a forma de um homem correndo, enquanto o segundo apresenta o corredor com o logo da Nike.


Um anúncio feito para a Lego, pela agência Ogilvy & Mather, em Santiago, Chile.


Para demonstrar que Pantene deixa os cabelos fortes, uma agência colocou uma trança gigante no centro de Toronto durante dois dias, onde homens tentavam subir por elas.


Colocado fora do London Heathrow Terminal 1, o anúncio se encaixa na estratégia da Vodafone de “Aproveitar o máximo agora”.


“Uma mulher pode ser satisfeita por dia”. Esta foi a base da campanha da Axe em um dormitório de estudantes do sexo feminino.

fonte

Tributo ao Cinema 2009 (by Kees Van Dijkhuizen)

Um belíssimo trabalho de edição do holandês Kees Van Dijkhuizen, que compilou cenas de 342 filmes que fizeram 2009.


fonte

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails